Governo teme que manifestações do dia 28 contaminem reformas - Estado de Minas

Brasília, 19 - O governo vai tentar votar ainda nesta quarta-feira, 19, um novo requerimento de urgência para acelerar a tramitação da reforma trabalhista na Câmara. A pressa para aprovar o texto passa pelo temor de que as manifestações convocadas pela ...

Derrotado, governo pressiona por nova votação de urgência para reforma trabalhista - Rede Brasil Atual

São Paulo – Depois da derrota de ontem, o governo pressionou por nova votação do regime de urgência para o substitutivo ao Projeto de Lei (PL) 6.787, de "reforma" da legislação trabalhista. Novo requerimento já foi apresentado, e o presidente da ...

'As pessoas não são obrigadas a dizer amém ao governo', diz Maia - Jornal Extra

BRASÍLIA – O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, disse nesta quarta-feira que não houve traição na base governista na derrota para acelerar a votação da reforma trabalhista na Casa. O governo não conseguiu aprovar ontem um requerimento de ...

Maia reconhece erros sobre urgência da reforma trabalhista e cobra mais atenção - IstoÉ Dinheiro

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), voltou na manhã desta quarta-feira, 19, a reconhecer erros na votação do requerimento de urgência para apreciação da reforma trabalhista e disse prever uma “bela votação” do mérito da ...

Plenário pode analisar de novo urgência de reforma trabalhista, diz Maia - UOL

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, minimizou nesta quarta-feira (19) a decisão de ontem do Plenário de rejeitar o regime de urgência para a reforma trabalhista. "Não houve traição [da base governista]. As pessoas não são obrigadas a ...

Rodrigo Maia: "As pessoas não são obrigadas a dizer amém ao governo" - Valor Economico (Assinatura)

BRASÍLIA - Um dia após a rejeição do requerimento de urgência da reforma trabalhista pela Câmara dos Deputados, o presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ), negou que o resultado seja reflexo de traições de parlamentares da base de apoio ao ...

Metade da bancada da PB vota a favor da urgência da Reforma Trabalhista; proposta é rejeitada - PBAgora - A Paraíba o tempo todo

O plenário da Câmara dos Deputados derrotou nesta noite de terça-feira, 18, o governo ao rejeitar um requerimento assinado por 13 líderes partidários pedindo regime de urgência para apreciação do projeto da reforma trabalhista. A manobra daria ...

Câmara tenta acelerar o requerimento para tramitação da reforma trabalhista - 180graus.com

O Plenário da Câmara dos Deputados iniciou a ordem do dia com a votação de um requerimento de urgência para o Projeto de Lei 6787/16, que trata da reforma trabalhista. A intenção do governo é aprovar o requerimento para conseguir acelerar a ...

Parlamentares chegam à Comissão da Câmara que analisa reforma da Previdência - Estado de Minas

Brasília, 19 - Parlamentares da oposição chegaram cedo ao plenário da comissão especial da Câmara dos Deputados que analisa a reforma da Previdência. Com reunião marcada às 9h para leitura do relatório do deputado Arthur Oliveira Maia (PPS-BA), ...

Câmara rejeita requerimento para acelerar tramitação da reforma trabalhista - Jornal do Brasil

Mesmo com a intenção do governo de acelerar a tramitação da reforma trabalhista na Câmara dos Deputados, o projeto terá que ser discutido e votado na comissão especial seguindo o rito usual, já que o plenário não aprovou, na terça-feira (18) o ...

Peemedebista e tucano paraibanos ajudaram a “derrotar” orientação de Temer - Jornal da Paraíba (liberação de imprensa) (Assinatura) (Blogue)

O peemedebista Veneziano Vital do Rêgo e o tucano Pedro Cunha Lima ajudaram a derrubar a tentativa do governo federal de dar urgência à votação da reforma trabalhista (PL 6787/16) na Câmara dos Deputados. Ao todo, dos dez parlamentares ...

Mesa durante a votação: 230 parlamentares foram favoráveis ao pedido, mas eram necessários 257 votos. Foto: Billy ... - Diário de Pernambuco

Um erro do presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), fez com que o governo não conseguisse aprovar o requerimento assinado por 13 líderes partidários, pedindo regime de urgência para apreciação do projeto da reforma Trabalhista ...

Saiba como Temer perdeu a votação sobre reforma trabalhista na Câmara - Poder360

No começo da noite desta 3ª feira (18.abr.2017), aliados do presidente Michel Temer tentaram acelerar o andamento do projeto de reforma trabalhista. Porém, a ideia de aprovar tramitação em regime de urgência para a matéria fracassou. A reforma é 1 dos ...

Urgência de reforma trabalhista é barrada - Comércio do Jahu - Notícias de Jaú e região

O governo de Michel Temer sofreu importante derrota ontem ao não conseguir aprovar no plenário da Câmara a aceleração da tramitação da reforma trabalhista. Apenas 230 deputados votaram com o governo. Outros 163, contra. Era necessário o voto de ...

Pedido de urgência para votar reforma trabalhista é rejeitado em meio a tumulto na Câmara - Boa Informação

Depois do quebra-quebra nos arredores do Congresso, como este site mostrou mais cedo, o plenário da Câmara também é palco de tumulto nesta terça-feira (18) com a apresentação de requerimento de urgência para votação da proposta de reforma ...

Votação a partir do dia 8 de maio - Diário do Nordeste (liberação de imprensa)

Brasília. O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou ontem (18) que a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) que trata da reforma da Previdência começará a ser votada no plenário da Casa a partir de 8 de maio. Por ser ...

Relator da reforma trabalhista vai manter o fim da contribuição sindical - Diário do Comércio

Brasília - O relator da reforma trabalhista, deputado Rogério Marinho (PSDB-RN), disse ontem que não abrirá mão em seu parecer do fim da contribuição sindical e que a medida visa acabar com os sindicatos que não são sérios. Para o relator, a maioria ...

Câmara rejeita urgência para votar reforma trabalhista; trâmite deve ser normal - EBC

Nessa terça-feira (19) a Câmara dos Deputados tentou votar a urgência da reforma trabalhista e antecipar a apreciação do texto pela casa, e não conseguiu. Precisava de 257 votos, mas não passou dos 230. Com isso, a reforma volta a tramitação normal e ...

Governo não consegue acelerar reforma trabalhista - Jornal do Comércio

O governo de Michel Temer sofreu uma importante derrota ontem ao não conseguir aprovar no plenário da Câmara dos Deputados a aceleração da tramitação da reforma trabalhista. Apenas 230 deputados votaram com o governo, com 163 contra.

Câmara rejeita acelerar tramitação da reforma trabalhista - Gazetaweb.com

O plenário da Câmara dos Deputados rejeitou nesta terça-feira (18) um requerimento de urgência que, se tivesse sido aprovado, aceleraria a tramitação do projeto que estabelece a reforma trabalhista. Para que o pedido fosse aprovado, eram necessários, ...