Brasil voltará a ter superavit em 2020 se cumprir teto e reformas, diz FMI - Diário de Goiás

LEIA NO DG AZUL O FMI (Fundo Monetário Internacional) afirma, em novo relatório divulgado nesta quarta (19), que a aprovação da PEC que limita os gastos públicos nos próximos 20 anos e a possível concretização de reformas, como a da Previdência, ...

Mapa: Portugal continua com a quarta maior dívida do mundo - Jornal de Negócios - Portugal

Conheça as novas previsões do FMI para a dívida pública e os défices orçamentais das principais economias. Guardar Imprimir. Nuno Carregueiro · Rui Santos - infografia · Nuno Carregueiro nc@negocios.pt | Rui Santos - infografia 19 de abril de 2017 às ...

Défice: FMI continua mais pessimista que o Governo - Jornal Económico (liberação de imprensa)

Caso se concretize as previsões do FMI, Portugal terá o pior défice orçamental da zona euro, atrás da Grécia, Bélgica e Espanha. O Fundo Monetário Internacional (FMI) melhorou a estimativa para o défice português, para 1,9% do PIB, no Fiscal Monitor ...

FMI: Brasil dependerá da reforma da Previdência para conter avanço dos gastos - Estado de Minas

Washington, 19 - O sucesso da estratégia para conter o avanço das despesas públicas federais "dependerá da reforma do sistema de Previdência Social, cujos gastos apresentam um forte crescimento em termos reais", aponta o Fundo Monetário ...

FMI acredita que volatilidade vai disparar sem as reformas prometidas nos EUA - Jornal Floripa

Washington, 19 abr (EFE).- O Fundo Monetário Internacional (FMI) advertiu nesta quarta-feira que a "volatilidade financeira poderia disparar" nos Estados Unidos se as reformas tributárias e de desregulamentação prometidas pelo presidente Donald Trump ...

FMI critica redução pequena do malparado nos bancos portugueses - Público.pt

Bancos nacionais têm de melhorar a forma como são geridos para evitar que, na concessão de crédito, sejam usados critérios que vão além do comercial. Sérgio Aníbal. 19 de Abril de 2017, 15:49. Partilhar notícia. 0 partilhas; Partilhar no Facebook ...

FMI pede a países para usar políticas fiscais com sabedoria em meio à incerteza - InfoMoney

WASHINGTON (Reuters) - As realidades políticas e econômicas dos Estados Unidos, da Europa e da China estão tornando o panorama fiscal global menos claro, mas os países devem continuar pressionando com políticas de impostos e gastos ...

FMI contraria projeções do Governo e prevê défice a subir a partir de 2018 - Observador

Departamento liderado por Vítor Gaspar está mais otimista quanto ao défice deste ano e do próximo, mas, ao contrário do Governo, só vê o défice a subir a partir de 2018. Partilhe. MÁRIO CRUZ/LUSA ...

Boletim do FMI coordenado por Vítor Gaspar melhora estimativa sobre défice português - TVI24

Relatório "Fiscal Monitor" prevê défice para este ano nos 1,9% do PIB, duas décimas abaixo da anterior estimativa. Projeção do Fundo Monetário Internacional continua acima dos números do Governo. 2017-04-19 15:17. FMI. Reuters. 2017-04-19 15:17.

FMI: Dívida privada e incerteza política podem pesar nas contas públicas - Notícias ao Minuto (liberação de imprensa)

O Fundo Monetário Internacional (FMI) alerta que o elevado peso da dívida das empresas e famílias, a incerteza política nos Estados Unidos e decorrente de algumas eleições na zona euro podem prejudicar as contas públicas nesses países. © Reuters.

FMI diz que bancos portugueses têm funcionários e agências a mais - A Bola

O Fundo Monetário Internacional considera que o setor bancário europeu está sobredimensionado em alguns países. Em Portugal, por exemplo, refere que há demasiados funcionários e balcões. No Relatório de Estabilidade Financeira Global, conhecido ...

Gaspar dá benefício da dúvida ao Orçamento de Centeno - Jornal de Negócios - Portugal

As previsões orçamentais incluídas nas análises semestrais do FMI à economia mundial dão o benefício da dúvida ao Orçamento de Centeno para este ano. Saldo primário será dos maiores nas economias da Zona Euro. Gaspar dá benefício da dúvida ao ...

FMI melhora previsão do défice para 1,9% em 2017 mas continua mais pessimista do que Governo - Correio da Manhã

O Fundo Monetário Internacional (FMI) melhorou a estimativa para o défice orçamental deste ano, para 1,9% do PIB, mas continua a estar mais pessimista do que o Governo não só para 2017, mas para os anos seguintes. No 'Fiscal Monitor', um relatório ...

FMI elogia teto dos gastos, mas vê volta do superávit primário apenas em 2020 - Jornal Extra

WASHINGTON - O Fundo Monetário Internacional (FMI) afirmou na manhã desta quarta-feira que a aprovação da PEC do Teto dos Gastos, no fim do ano passado, ajuda a reduzir de forma relativamente rápida o déficit primário do Brasil. Entretanto, o país só ...

FMI diz que banca europeia pode ser afetada por problemas de cada país - Jornal de Notícias

O Fundo Monetário Internacional (FMI) considera que o setor bancário europeu continua em risco de ser contagiado pelos problemas dos países onde opera. No Relatório de Estabilidade Financeira Global, divulgado esta quarta-feira, a instituição refere ...

Portugal vai ser o segundo país da zona euro com maior excedente primário - Público.pt

FMI continua a não acreditar nas metas do Governo para o défice deste ano e estima que, sem novas medidas, a tendência será de agravamento nos próximos anos. Sérgio Aníbal. 19 de Abril de 2017, 14:45. Partilhar notícia. 69 partilhas; Partilhar no ...

FMI não acredita nos planos do Governo para redução do défice - Expresso

Previsões divulgadas esta quarta-feira pela equipa de Vítor Gaspar apontam para um valor de 1,9% do PIB este ano. Porém, a partir de 2018 será sempre a subir até 2,6%. Números diferentes dos apresentados no Programa de Estabilidade na semana ...

FMI. Bancos portugueses têm muitos funcionários - Observador

O Fundo Monetário Internacional considera que o setor bancário europeu está sobredimensionado em alguns países, referindo que em Portugal há demasiados funcionários e balcões. Partilhe. JIM LO SCALZO/EPA ...

FMI. Banca portuguesa reduziu pouco o malparado - Observador

Relatório de estabilidade financeira do FMI diz que redução do crédito malparado em bancos portugueses e italianos foi relativamente pequena. Limpar perdas no crédito pode demorar ainda seis anos. Partilhe. ENNIO LEANZA/EPA ...

FMI considera que bancos portugueses têm demasiados funcionários e agências - Correio da Manhã

O Fundo Monetário Internacional considera que o setor bancário europeu está sobredimensionado em alguns países, referindo que em Portugal há demasiados funcionários e balcões e que é necessário reduzir o crédito problemático em balanço.