Carlos César sobre caso Raríssimas. “Uma das deficiências do Estado português está na fiscalização"

As remodelações não têm uma época do ano - “muito menos no Inverno”, diz Carlos César, que só vê casos “periféricos” a afectar o Governo - à excepção dos incêndios. “Mas gostaríamos que o secretário de Estado x ou y não tivessem incidentes que manchassem este percurso”, admite o líder parlamentar do PS.

Vice-presidente do Equador condenado a seis anos de prisão no caso Odebrecht

O Tribunal Nacional de Justiça equatoriano condenou, esta quarta-feira, o vice-Presidente equatoriano, Jorge Glas, que não está em funções, a seis anos de prisão por associação ilícita no esquema de corrupção originado pelos subornos da empresa brasileira Odebrecht.

Cássio: "Não sou o melhor por ter feito boa partida"

Guarda-redes Cássio foi um dos heróis da passagem aos quartos de final da Taça de Portugal. O jogo: "Foi um jogo bom, que as pessoas gostaram de ver. -Disputado e a vitória assenta nos bem. Fizemos por merecê-la, com trabalho e esforço. Vem de encontro ao que o mister tinha falado: tentar sempre fazer o nosso jogo independentemente do adversário. A malta merece comemorar esta vitória".

Rio Ave-Benfica: Luisão indicou assim o caminho do prolongamento

Pouco depois de Jonas desperdiçar um penálti, Luisão, na sequência de um canto, restabeleceu o empate (2-2), frente ao Rio Ave.

Entrevista: Thor Harris

Foi nos Swans que muitos de nós observaram, pela primeira vez, aquela figura quase mastodôntica que se viria a revelar, em conversas posteriores a concertos, o que os Gato Fedorento descreveriam como "uma jóia de moço". É-o, de facto, apesar do nome nos remeter para super-heróis ou deuses de trato sério e corpo musculado. Após sair dos nova-iorquinos, Thor Harris decidiu enveredar não a solo, mas na companhia de amigos - Peggy Ghorbani e Sarah Gautier - que com ele fizeram já dois discos e que com ele estarão esta noite na Galeria Zé dos Bois, em Lisboa. Antes disso, falámos com ele sobre música, política e, até, Madonna. Quantas vezes foste já questionado sobre a iminência de Ragnarök? Bem, onde vivo chamamos-lhe apocalipse, e é diariamente tópico para discussão. Apesar de teres um currículo impressionante, tendo tocado nos Shearwater e com pessoas como Bill Callahan, Devendra Banhart e Ben Frost, os fãs de música de hoje em dia conhecem-te melhor pelo teu trabalho nos Swans. Quais são as melhores memórias que guardas de trabalhar com a banda, e o que aprendeste ao fazê-lo? Aprendo coisas novas com todas as pessoas com quem trabalho. O Bill Callahan, por exemplo, nunca volta ao estúdio para melhorar o que seja. Trabalhamos rapidamente, e é na boa dar pequenos erros. Quanto aos Swans: o Michael [Gira] é um visionário. Ele não quer que os músicos soem de forma refinada, ou como miúdos do conservatório. Velhas regras não são permitidas. Ele é controlador, nervoso e exigente. É também incrivelmente generoso e leal para com os seus amigos. Aprendi tanto com ele. Ensinou-me a repetir algo até ser aborrecido, e continuar a repeti-lo, e de repente é incrivelmente interessante outra vez! Como quando dizes uma palavra, repetidamente, até começar a soar cómica e errada. Como não toquei bateria na banda, isso permitiu-me aprender a tocar novos instrumentos e até construir alguns especialmente para os Swans.  Tenho andado a ler um livro intitulado Beating The Fascists, sobre a história da Anti-Fascist Action, uma organização no Reino Unido aciva nos anos 80 e 90 que se dedicou a lutar contra neo-nazis. Algumas das coisas presentes no livro ressoam ainda hoje: a desintegração de uma esquerda que resvala para a ortodoxia, nazis capazes de apelar a uma classe operária branca e desprovida de direitos, governos que não agem no sentido de resolver o problema que é a ascensão rápida de um movimento fascista, muitos que acreditam que ele só se resolverá com palavras e não também com os punhos... Tendo em conta aquilo que se passa no mundo, hoje em dia, como podemos nós trabalhar no sentido de manter longe dos processos de decisão grupos fascistas e neo-nazis? Como pode a esquerda superar as suas diferenças e trabalhar por um bem comum - a aniquilação do pensamento fascista? E, mais importante ainda, é melhor esmurrar nazis ou matá-los? Nunca me rendo quando algum idiota quer fazer voar a sua bandeira da ignorância. Vivemos tempos horríveis, mas sobreviveremos (bom, alguns de nós). Sê simpático quando podes. Uma ameaça contra uma pessoa ou animal vulnerável NUNCA será tolerada. Nunca deixes que um nazi se sinta seguro. Nem um apoiante do Trump. Nem um apoiante do Brexit. A linguagem do ódio é prelúdio para a violência. Espero que não tenhamos de matar ninguém. Na Galeria Zé dos Bois, vais tocar enquanto Thor & Friends, com a Peggy Ghorbani e com a Sarah Gautier. Como começou este projecto e como foi o processo criativo para ambos os vossos discos? Dei um concerto a solo em Montréal. Foi assustador. Tive muitas dúvidas em palco. Pensei: "Que estou a fazer? Será isto aborrecido?". Não foi ideia minha. Tinha já marcado um segundo concerto a solo em San Antonio quando pedi à Peggy e a uma génia do violino chamada Violinda para tocar comigo. Foi incrível! Meses mais tarde, a Goat [Sarah Gautier] juntou-se a nós num concerto em que abrimos para o Bill Callahan. Ficou cada vez melhor. As pessoas familiarizadas com o teu trabalho poderão achar este tipo de música algo inesperado, dado ser tão introspectiva e silenciosa. Estavas cansado de fazer barulho, ou foi uma forma de te desafiares a ti próprio enquanto músico, sem que te rotulassem como uma espécie de "músico agressivo"? Quando compomos, hoje em dia, toco uma melodia simples na marimba, ensino-a à Peggy, e a Goat vem e toca outra coisa por cima disso. Levo 52 anos neste planeta e consumo música de forma voraz desde os seis. Gosto de vários tipos de música e aprendi a tocar alguns deles. O movimento minimalista é apreciado pela maioria dos músicos aventureiros. O Michael Gira envia-me, muitas vezes, peças minimalistas. Li que passaste por um período de depressão clínica quando estavas na casa dos vintes. Hoje em dia, e parcialmente devido às mortes de gente como o Chris Cornell e o Chester Bennington, as pessoas parecem mais abertas a discutir a doença. Em primeiro lugar, sentes que os músicos em geral estão mais predispostos a sofrer de depressão, como algumas pessoas têm postulado? Em segundo, já ultrapassaste esse período? E, em terceiro, que dirias a alguém a viver por um período de depressão e pensamentos suicidas? A depressão aterroriza mais músicos, artistas, escritores e outros tipos de pessoas criativas. Atinge vítimas de todas as profissões. Quanto tinha 27 anos e fui diagnosticado pela primeira vez com depressão, tive vergonha do meu estado. Esta vergonha e este secretismo só o pioraram. Lentamente, aprendi que isto não era bom e que apenas perpetuava os velhos estigmas, que nos têm mantido afastados de discutir abertamente a depressão e outras doenças mentais. Falar sobre isso ajuda-me e ajuda outras pessoas. Ainda tomo medicamentos e ainda tenho episódios depressivos, mas estou melhor equipado para sobreviver a eles. Em entrevistas anteriores, disseste que querias ser o Michael Jackson quando eras puto. O Thriller é o melhor trabalho dele, ou és mais Bad? Gosto do trabalho a solo dele, mas o Michael Jackson que eu queria ser tinha uns 8 ou 10 anos quando eu tinha 6 ou 8. Foram os Jackson 5 e outros praticantes do funk e da soul do início dos anos 70 que me salvaram da apatia da infância na América suburbana. És conhecido por ser bastante activo no Twitter. Que pensas das redes sociais em geral? Ligou a sociedade à escala global, de uma maneira com a qual os nossos antepassados apenas sonhavam. Claro que pessoas odiosas a usam para pregar o evangelho do ódio. São uma ferramenta nova que devemos monitorizar e utilizar cuidadosamente. Com quem gostavas mais de tocar, das pessoas com as quais ainda não o tenhas feito? Fantasio sempre tocar numa banda de música de dança como os LCD Soundsystem, os KC & The Sunshine Band, os Oingo Boingo, os Ohio Players. Mas desde os anos 80 que não toco numa... Se te candidatares a Governador do estado do Texas e fores eleito, qual será a tua primeira ordem de trabalhos? Desisti da corrida, porque gosto da candidata que o Partido Democrata escolheu. É uma lésbica hispânica. Se as pessoas hispânicas forem votar, podemos derrubar o patriarcado anglo que tem mantido o Texas na idade das trevas. Prefiro ser um músico em digressão. Quero um governo completamente diferente daquele que temos no Texas e em muito dos Estados Unidos. O socialismo democrático vai substituir, eventualmente, aquilo que temos. O Partido Republicano está a ir contra a vontade do povo. São anti-educação e anti-ambiente. São as duas coisas que mais precisamos de proteger e criar. Que canção melhor descreve o Texas a alguém que nunca lá foi? As primeiras cenas dos Butthole Surfers são a música mais texana alguma vez feita. Tendo em conta a tua famosa lista sobre "Como Viver Como Um Rei", especialmente o item número 18, como é que eu consigo fazer passar um cantil pela segurança? Não costumo beber. O meu amigo Chad Rains é que juntou essa à lista... Provavelmente não sabes disto, mas a Madonna está actualmente a viver em Lisboa. Achas que ela ia gostar da "Crusades" ou é mulher para curtir mais a "Lullaby For Klaus"? Eia, uau. A Madonna gostaria de toda a nossa música, mas como apresentação devias provavelmente mandar-lhe a "Crusades". É um single de sucesso. Não que o tenhamos. Finalmente, qual é o melhor conselho que podes dar a jovens músicos? Façam o disco que gostariam de ouvir, não o que acham que vos trará fama. Ser carpinteiro e canalizador por conta própria permitiu-me andar em digressão ao longo dos últimos 30 anos. Aprendam a fazer algo para terem trabalho entre empregos musicais. É uma forma merdosa de fazer dinheiro, por isso tornem-se bons a fazer outras coisas.

Oitavo episódio de Star Wars já está nos cinemas

Partilhar o artigo Oitavo episódio de Star Wars já está nos cinemas Imprimir o artigo Oitavo episódio de Star Wars já está nos cinemas Enviar por email o artigo Oitavo episódio de Star Wars já está nos cinemas Aumentar a fonte do artigo Oitavo episódio de Star Wars já está nos cinemas Diminuir a fonte do artigo Oitavo episódio de Star Wars já está nos cinemas Ouvir o artigo Oitavo episódio de Star Wars já está nos cinemas

Rui Vitória: "Fica uma mágoa grande"

Benfica foi eliminado da Taça de Portugal pelo Rio Ave (3-2), em jogo dos oitavos de final, que obrigou a prolongamento, em Vila do Conde. No âmbito de uma iniciativa natalícia da Sport TV, as primeiras palavras de Rui Vitória, esta quarta-feira, imediatamente após a eliminação do Benfica pelo Rio Ave (3-2), nos oitavos de final da Taça de Portugal, não foram sobre o jogo que acabara de deixar o campeão nacional reduzido a duas frentes competitivas (campeonato e Taça da Liga), mas sobre "amizade". Foi um desafio do canal televisivo que transmitiu a partida e Rui Vitória acedeu sem hesitar. À "amizade" que lhe foi proposta juntou "solidariedade, compromisso", num conjunto de "palavras a utilizar de forma muito mais frequente", para lá das festas. Com uma cortesia à prova de derrota, só depois é que o treinador do Benfica abordou a noite de Vila do Conde, em que a "infelicidade" riscou o Benfica da Taça de Portugal. "Há justiça em relação a quem ganha, mas foi uma equipa do Benfica autoritária, e os golos...

Usa instituição de apoio a deficientes para faturar

Cooperativa de Educação e Reabilitação de Cidadãos Inadaptados da Guarda garante dezenas de contratos a empresas de vice-presidente. José Sequeira Abrantes, ex-vice-presidente da Cooperativa de Educação e Reabilitação de Cidadãos Inadaptados da Guarda (CERCIG), acaba de ser acusado de um crime de participação económica em negócio, punível com cinco anos de prisão. Segundo o Ministério Público (MP), Abrantes usou aquela instituição de solidariedade social para garantir dezenas de contratos a duas empresas de que era sócio-gerente.

Trailer de «The 15:17 To Paris», o novo filme de Clint Eastwood

Foi divulgado o trailer do novo filme de Clint Eastwood. O veterano cineasta de Mystic River e Gran Torino aposta na adaptação de The 15:17 to Paris: The True Story of a Terrorist, a Train, and Three American Heroes, de Anthony Sadler, Alek Skarlatos, Spencer Stone e Jeffrey E. Stern. Baseado nos acontecimentos reais no dia 21 de agosto de 2015,  no filme seguimos três amigos americanos (Sadler, Skarlatos e Stone) que conseguiram impedir um ataque terrorista num comboio que seguia de Bruxelas para Paris.  Com os três heróis da vida real nos seus próprios papéis, The 15:17 to Paris chega ao cinema em fevereiro de 2018 e conta ainda no elenco com Tony Hale, Thomas Lennon, Jenna Fischer e Judy Greer.

Um dia isto iria acontecer e hoje é o dia em que se cita Sun Tzu: “Para conheceres o inimigo, tens de te tornar no teu inimigo”

Um dia isto iria acontecer, e hoje é o dia em que me ponho a citar Sun Tzu e a sua “Arte da Guerra”. Para os que não acompanham o futebol cá do burgo isto pode soar estranho, mas é para os outros que escrevo isto na certeza de já terem percebido onde quero chegar: a Rui Vitória e à sua adaptação livre ao clássico de Tzu que decidiu chamar “A Arte da Guerra Para os Treinadores [Top Books, 2014]”. Ora, diz um dos pontos da obra original que “para conhecer o inimigo, tens de te tornar no teu inimigo”, uma frase a roçar a auto-ajuda mas que, pensando bem e deixando de parte os preconceitos, tem o seu niquinho de verdade.

Atual Governo quadruplicou financiamentos à Raríssimas

Verbas provenientes do Instituto da Segurança Social e da Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo Um despacho governamental publicado em maio deste ano, com efeitos a 1 de janeiro, mais do que quadruplicou o financiamento dos ministérios da Saúde e da Segurança Social que, desde o governo anterior, estava previsto para a Raríssimas em 2017. Passou de 287,6 mil euros para mais de um milhão de euros (1,211 milhões de euros).

Modelo acusa apresentador Larry King de a ter assediado em frente às câmaras

" Quando a Taylor Swift levou o DJ que a apalpou a tribunal e ganhou, começou um movimento". As palavras são de Terry Richard, modelo, hoje com 63 anos, que juntou o mítico apresentador do Larry King Live, da CNN, à lista de celebridades norte-americanas acusadas de assédio e abuso sexual. Os episódios remontam a 2005 e 2006 e as descrições pormenorizadas da modelo estão a abalar novamente o showbizz dos EUA, que vê agora multiplicarem-se as denúncias contra alguns dos seus rostos mais conhecidos. O cenário é uma gala de entrega de prémios de baseball, nos estúdios da Universal, onde Terry Richard estava a trabalhar como correspondente para um jornal de Los Angeles, e Larry King como orador convidado. Vestida num Versace preto, decotado e sem costas, a modelo posa para uma fotografia com o mítico apresentador. Num instante, "o Larry pôs a mão atrás de mim e, enquanto éramos fotografados, deslizou a mão desde o meio das minhas costas até chegar ao interior do meu vestido" e lhe tocar no rabo, descreve Terry em entrevista ao Daily Mail. No momento em que percebeu o que estava a acontecer, Terry teve " vontade de o espancar", mas sabia que isso causaria sérios problemas, e é por isso, afirma, que " o Larry vibra a fazer isto em frente às câmaras, porque sabe que eu não posso reagir".

Comissária europeia diz que acordo entre UE e Mercosul será finalizado em poucas semanas

A comissária europeia do Comércio, Cecilia Malström, mostrou-se hoje muito "confiante" de que o acordo de livre comércio entre a União Europeia (UE) e o Mercado Comum do Sul (Mercosul) seja finalizado numa "questão de semanas".

PSD: Santana recusa excluir qualquer uma das três televisões dos debates

O candidato à liderança do PSD Pedro Santana Lopes recusou quarta-feira excluir qualquer uma das três televisões generalistas dos debates com o seu adversário, Rui Rio, mantendo estar disponível para aceitar os convites da RTP, SIC e TVI.

Day-Lewis, Meryl Streep e Hanks fora dos SAG

Comédia Amor de Improviso volta a estar na rota dos Óscares. Pesos-pesados de fora. Ao contrário dos Golden Globes, os atores da guilda SAG (Screen Actors Guild), cerca de 2500, não veem filmes na véspera nem votam em cima da hora. Talvez por isso, aconteçam aqui mais surpresas e haja menos respeitinho com as previsões da imprensa. De forma crescente, os SAG são os prémios que mais influenciam os Óscares no que diz respeito aos atores.

Rio Ave afasta Benfica nos oitavos de final (3-2)

Golos de Lionn, Rúben Ribeiro e Guedes deram o triunfo aos vila-condenses. Jonas adiantou águias e Luisão ainda levou jogo para prolongamento, mas o detentor do troféu saiu derrotado dos Arcos.

Tomar: ​Convento de Cristo fechado devido a danos causados pela tempestade "Ana"

Monumento foi encerrado "por razões de segurança dos visitantes e funcionários", avança a Direcção-Geral do Património Cultural.

«Star Wars: The Last Jedi» (Star Wars - Os Últimos Jedi) por Jorge Pereira

Depois de um Despertar da Força que funcionava como uma reciclagem emocional da primeira trilogia de George Lucas e e em particular de Uma Nova Esperança - misturando novas personagens com as antigas e onde J.J. Abrams primava pelo toque nostálgico capaz de fazer os adultos sentirem-se novamente crianças -, este novo capítulo representa para a franquia o que Rogue One: Uma História de Star Wars já tinha deixado antever: mais do mesmo e um enorme bocejo mascarado de entertenimento high tech para fãs. Claro que não faltam grandes cenários, belos efeitos visuais e sonoros, intermináveis lutas de sabres e de naves, dúvidas existenciais reutilizadas da eterna luta interior entre o bem e o mal, o código dos guerreiros e a honra, e alguém que terá de descobrir que é o tal (o "the one", o jedi, o que quiserem chamar) que fará a balança de um dos lados pender. No final das contas, o que sobressai é a previsibilidade de todos estes elementos, sendo notória a fraqueza dos vilões em cena, suspirando o espectador pelos tempos de Darth Vader. Snoke (Andy Serkis carregado de CGI), Kylo Ren (Adam Driver) e Hux (Domhnall Gleeson) são um esboço caricatural do "Mal" na Galáxia, tão pobres como facilmente enganados e manipulados, sem qualquer estratégia de guerra digna desse nome. Aliás, este "Império" cada vez parece mais o Coiote a perseguir o Bip Bip (Papa-Léguas). Na verdade, os rebeldes estão sempre cercados, sem saída, à mercê de uma força ultra poderosa, mas no final lá arranjam uma qualquer entrada dos fundos, ou um reator com debilidades, ou qualquer outra solução de última hora colada a cuspo que rebaixa a força maligna a um «imperiozinho» que nem a marcha musical criada por John Williams merece. Mas o que aborrece (e digo isto em sentido literal)  é que este Os Últimos Jedi parece estar convencido que basta existirem os chavões e reverências da saga para escapar ileso a críticas e provar ser um entretenimento razoável - metendo apenas novas personagens, robôs e animais fantásticos em cena para ter mais merchandise para vender e eventuais spinoffs a explorar (é provável que até 2030 exista um filme da saga todos os anos). Rey (Daisy Ridley), Finn (John Boyega) e Poe (Oscar Isaac), filhos do Despertar da Força, têm bastante tempo de antena e revelam-se essenciais para os eventos aqui relatados - tal como Leia e Luke Skywalker - mas os meandros pelos que circulam vão dar sempre no mesmo. Este Star Wars da Disney é reciclagem sobre reciclagem e ainda não apresentou absolutamente nada de novo, espetacular ou que expanda concretamente este Universo para além dos lugares ou emoções já vividos nos episódios anteriores. Para piorar, ou acentuar estas fragilidades, não faltam os sacrifícios lamechas, diálogos infantis em catadupa, frases bonitas para românticos incuráveis, o didatismo repetitivo do explicar em cada novo episódio a "Força", e truques modernos do politicamente correto. Veja-se Chewbacca a ser sensibilizado para o que come ou frases lamechas que poderiam perfeitamente estar numa obra de Nicholas Sparks, como a balela romântica e forçada em que uma personagem diz a outra que o Amor é que derrota o Mal e não o Ódio. Tudo bonito, muito bonito. Por isso arranjem uma coroa para a Miss Universo do cinema atual, Star Wars - Os Últimos Jedi.   Jorge Pereira.

Rui Vitória e Luisão alvo do decontentamento dos adeptos

Treinador do Benfica ouviu das boas ao entrar para o autocarro dos encarnados, após a eliminação da Taça de Portugal, esta quarta-feira, em Vila do Conde, com o Rio Ave (3-2, após prolongamento).

Portugueses gastaram mais dinheiro em espetáculos ao vivo em 2016

Os portugueses gastaram mais 20 milhões de euros em concertos em 2016. O Instituto Nacional de Estatística revelou ainda que, no ano passado, os museus aumentaram o número de visitantes graças aos turistas.

Convento de Cristo encerrado temporariamente devido a danos provocados pelo mau tempo

A Direção-Geral do Património Cultural (DGPC) anunciou hoje o encerramento temporário do Convento de Cristo, em Tomar, devido a danos provocados pelo vento forte que se fez sentir no domingo passado.

Federação não se vincula a "memorando de entendimento" entre Belenenses e Gil Vicente

A Federação Portuguesa de Futebol (FPF) anunciou hoje que não se vincula ao "memorando de entendimento" entre Belenenses e Gil Vicente e reitera a recomendação de reintegração na I Liga dos gilistas "no mais curto espaço de tempo". Em comunicado, a FPF revela que analisará "no superior interesse do futebol português, as implicações deste documento, ao qual não se vinculou", tendo ainda reforçado um dos pontos de um comunicado datado de 06 de junho de 2016, antes de o Belenenses formalizar o recurso, que, com o acordo anunciado na terça-feira, deverá ficar sem efeito.

Kirsten Dunst está grávida do primeiro filho

A atriz Kirsten Dunst prepara-se para ser mãe pela primeira vez. A notícia foi avançada pela revista US Weekly que dá também conta que a atriz e o noivo, Jesse Plemon, devem casar no primeiro semestre de 2018, em Austin, Estados Unidos. O casal conheceu-se durante as gravações da segunda temporada da série Fargo, e em janeiro deste ano, anunciou o noivado. Recorde-se que Kirsten Dunst é conhecida pelo seu desempenho em filmes como Homem Aranha e, mais recentemente, na série Fargo.

Inspetores do Trabalho e Segurança Social estiveram na Raríssimas

O ministro do Trabalho, Vieira da Silva, tinha anunciado na segunda-feira a realização de uma inspeção à Associação Raríssimas, com caráter "urgente, rigoroso e exigente" para "avaliar todas as dimensões da gestão" da equipa dirigida por Paula Brito e Costa. Esta inspeção foi determinada após a divulgação, no sábado, de uma investigação da TVI sobre a gestão da Raríssimas e que mostra documentos que colocam em causa a gestão da instituição de solidariedade social, nomeadamente da sua presidente, Paula Brito e Costa, que alegadamente terá usado o dinheiro em vários gastos pessoais.

Woody Allen encena uma nova fábula moral em Roda Gigante

Uma história de amor e desamor vivida nos anos 50 - com destaque para mais uma admirável interpretação de Kate Winslet. O novo filme de Woody Allen chega hoje às salas nacionais.

México, máscaras e morte

A LIBERDADE DO DIABO Everardo González Aqui está um documentário que, usando o dispositivo comum das entrevistas, não tem nada de vulgar. Em A Liberdade do Diabo, Everardo González faz um retrato da violência sistémica na sociedade mexicana, colocando à frente da câmara vítimas (ou familiares destas) e criminosos com uma máscara cor de pele a cobrir-lhes a cabeça e o rosto, no propósito último de os alinhar na condição abstrata de seres humanos. Cada cabeça tapada é um mistério que se deslinda pelos testemunhos, em enquadramentos que provocam a nossa imersão nos olhos e boca dos intervenientes (que a máscara deixa a descoberto), como códigos singulares de uma humanidade deformada

Rian Johnson garante que este Star Wars é só dele

Num encontro com jornalistas Rian Johnson e os atores mostravam-se felizes da vida. O novo Star Wars, já em exibição, está a ser recebido como um fenómeno. O DN foi ouvi-los.

180 estrelas com mais ou menos brilho no Comic Con

Com a estreia do novo episódio de Star wars em pano de fundo, Matosinhos torna-se de hoje até domingo uma paragem obrigatória para os habitantes da nossa galáxia com a Comic Con.

Um parque chamado desejo

RODA GIGANTE Woody Allen Está aí o filme anual de Woody Allen. A história de Roda Gigante desenrola-se em Coney Island, nos anos 1950, e traduz-se numa atmosfera imbuída de nostalgia berrante, desejos cruzados e angústia romântica. Todos os detalhes do universo do cineasta se encontram nesta amálgama requintada, desde a figura do narrador-personagem ao subenredo de gangsters, passando pela intriga familiar, numa prazerosa desenvoltura teatral.

Se não fosse a "disneyficação"...

Star Wars: Episódio VIII: Os Últimos Jedi, Rian Johnson Espetáculo que anda na corda bamba narrativa por tanta segmentação de cenas e blocos, Star Wars: Episódio VIII: Os Últimos Jedi comete a proeza de ser, no meio de tudo isso, deliciosamente juvenil e hedonista. Como se Rian Johnson privilegiasse o puro prazer sensorial da chamada aventura potencial. Aqui começamos quando o anterior filme O Despertar da Força acabava; com Rey a tentar convencer Luke Skywalker para voltar para a Resistência ao mesmo tempo que a própria é tentada por Kylo Ren a optar pelo lado negro da Força.

"Star Wars" na casa do Rato Mickey

STAR WARS: OS ÚLTIMOS JEDI Rian Johnson Com nostalgia ou não, já não faz sentido evocar o nome de George Lucas para falar de "Star Wars". Desde 2012, com a venda da Lucasfilm aos estúdios Disney, a casa do Rato Mickey decidiu, naturalmente, refazer as aventuras dos rebeldes da galáxia. Como se prova por este novo episódio, a prioridade é gerar uma nova galeria de heróis mais ou menos juvenis, mantendo alguns laços nostálgicos assistimos, aqui, à derradeira interpretação de Carrie Fisher como Princesa Leia.

Bitcoin até pode ser uma moeda, mas é uma má moeda

Poucas vezes nos últimos anos um novo corpo financeiro gerou tanta atenção como as criptomoedas, entre as quais se destaca a "bitcoins", cujo valor se multiplicou por 17 só este ano. Não existe consenso sobre se são moeda ou mais um activo. Moeda até podem ser, mas, por enquanto, são uma má moeda.

Angola é país lusófono com pior cobertura de serviços básicos de saúde

Angola é o país lusófono com pior cobertura de serviços básicos de Saúde, segundo um relatório da Organização Mundial de Saúde (OMS) e do Banco Mundial (BM) divulgado esta quarta-feira em Nova Iorque.

O Natal chegou ao Facebook na forma de novas funcionalidades, filtros e autocolantes

A rede social vai estrear funcionalidades festivas ao longo dos próximos dias. Uma delas permitir-lhe-á criar cartões natalícios para enviar aos seus contactos.

O português-espanhol do Google Tradutor está todo baralhado

Um dos mais famosos e utilizados tradutores da internet está com problemas desde o início da tarde de hoje na tradução de frases de português para espanhol, alterando-lhes completamente o sentido.

Rugas na testa

Rica Saude. Um dos sítios mais comuns para o surgimento de rugas é na testa. Anos a franzir a testa e nos quais se negligenciou a protecção solar, resultam frequentemente na eclosão de rugas. Contudo, não se preocupe, pois existem formas de esconder essas rugas e de parecer mais jovem. Veja abaixo algumas dicas sobre como esconder ou disfarçar as rugas na testa.   Remédios caseiros Ao longo do tempo, algumas expressões faciais podem causar as rugas e, além disso, a perda de hidratação, bem como a perda de elasticidade, tornam as mesmas mais proeminentes. Existem alguns remédios caseiros indicados para combater.

Os segredos do grafeno

Uma equipa do Instituto de Plasmas e Fusão Nuclear está a desenvolver uma nova geração de equipamentos que promete produzir grafeno com menos custos e poluição – mas com muito mais qualidade. Há uma verdadeira revolução que começa a ganhar forma.

Site de vendas online 'arrasado' pela forma ofensiva como publicitou uma peça plus size

Um site utilizou modelos magras para demonstrar a elasticidade de um produto plus size e dezenas de consumidoras criticaram esta estratégia "ofensiva".

Filme "120 batimentos por minuto" nos cinemas portugueses

Já chegou aos cinemas portugueses o filme "120 batimentos por minuto". A longa-metragem do realizador franco-marroquino Robin Campillo recorda o ativismo na luta contra a sida em França, nos anos 90.

Como emagrecer com saúde

Rica Saude. Uma das grandes preocupações actuais é ter o peso ideal, mas sem entrar nas dietas loucas que acabam por prejudicar a saúde. Forçar o corpo a perder peso através de dietas drásticas não traz benefícios a longo prazo e ainda pode fazer com que ganhe uns quilos extra. Veja como emagrecer com saúde!   Primeiro passo para emagrecer com saúde – Alimentação A alimentação é a grande responsável pelo seu peso. Sem uma alimentação correta e equilibrada dificilmente conseguirá perder os quilos que deseja. Ter uma alimentação equilibrada não significa que apenas possa comer alimentos magros, mas sim que deve fazer.

Análise OnePlus 5T – Novidades que fazem a diferença

Tal como no ano passado, a OnePlus apresentou uma atualização do seu flagship pouco tempo depois deste ser apresentado, o OnePlus 5T. Mas serão as diferenças para o OnePlus 5 relevantes?

Antes do funeral

Depois das adolescências de Boyhood e Todos Querem o Mesmo, Richard Linklater vira-se para os adultos, num filme-gémeo e complementar que é também dos seus melhores filmes.

Decoração: Rosa delicada

Cor-de-rosa é uma das tendências do ano, na moda e em casa. Invista nos detalhes ou arrisque num look total. Aposte na mudança!

Professor da FEUP distinguido em Roma

Álvaro Cunha foi distinguido com o EASD Senior Research Prize 2017, na área de Applications of Structural Dynamics, durante a International Conference on Structural Dynamics realizada em Roma.

Get The Look - Industrial Vintage

Inspirado na casa da Julianne Moore publicada ontem, deixo-vos a minha selecção de peças que recriam o estilo da actriz mas numa versão mais em conta, e todas disponíveis por encomenda na LojaQuerido basta enviar-nos um mail para mail@lojaquerido.com. 1. Candeeiro de Parede Metal preto 2.Banco em Madeira  3. Candeeiro Suspenso Industrial preto 4. Almofada Pelo Branco 5. Chaise Longue Barcelona Charles Eames 6. Bancos em Tronco Madeira 7. Escultura Madeira 8. Cestos em Rattan 9. Caixa em vidro preto 10. Taça dourada 11. Cadeira com almofada em pêlo 12. Aparador em ferro industrial preto (tudo da LojaQuerido) Até amanhã Ana Antunes(Thank you for sharing my passion for beautiful homes)

Fireplace Parts Diagram

fireplace parts diagram – Pleasant to help my personal blog site. On this celebration I will share fireplace parts diagram, we just share some photos we draw from numerous resources, ideally these photos could help you, hopefully the image below can be an overview for you to obtain the info you are searching for We always attempt to enhance internet site. And today, this can be a first photograph: Combination Fireplace – Stovax Spares Parts, size: 800 x 600 px, source: stovaxspares.com

Golden Sushi, o amor pela cozinha nipónica

Por muito que se goste de sushi este não é uma comida de todos os dias. E por isso de cada vez que vamos comer sushi há algo de festa no processo de escolher o restaurante e decidir o que comer, fazendo de cada prato um presente por abrir que chega à mesa. O Golden Sushi fica no inspirador Hotel Portugal e é um lugar desses onde qualquer refeição parece sempre uma comemoração mesmo que seja dia de semana. A sala branca e com decoração simples funciona como uma tela em branco para as muitas cores que chegam no prato, em propostas que vão do sushi mais tradicional ao de fusão. O menu com vinhos pensado especialmente para duas pessoas será a nossa escolha nesta visita, com a responsabilidade a ficar nas mãos do chef José Delgado. As Ostras com Ceviche que abrem o nosso almoço são tão bonitas que quase apetece não comer. Felizmente lá acabamos por arranjar coragem para provar e apreciar o fino equilíbrio entre ácido e doce, com a explosão de sabor a mar a compensar a audácia. No copo, o vinho verde da Quinta de Beiredos combina muito bem com o Kimuchi de salmão e atum que se segue e que alegremente dividimos entre nós. A conversa que enche a mesa é sinal que os comensais estão felizes e, pelo canto do olho, vejo a concentração do chef enquanto prepara o nosso próximo prato. O rosa do camarão e o verde do abacate fazem do Uramaki com camarão e salmão, abacate e cebola crocante e alho francês, maionese japonesa e molho sweet chili um daqueles pratos que pede para ser fotografado várias vezes. Talvez o meu favorito de toda a refeição tenha sido este pouco tradicional rolo pela diferença de texturas oferecida, entre o suave e o crocante, e a escolha certeira dos molhos. Acho aliás que comi mais que a minha parte, com a complacência bondosa da minha companhia. a receita »

DESEJO UM SANTO NATAL E QUE 2018 TRAGA TUDO O QUE DESEJAM ❤❤❤

Um ano se passou,  estamos quase no Natal.🎄 Quem me segue e conhece, sabe o porquê de eu fazer esta ausência de blog, para algumas pessoas acham desnecessário, outras pessoas compreendem-me. Vim só deixar uma mensagem para todos vós o meu desejo de um Natal🎄 rodeados de muito AMOR para todas(os) que passam por aqui. Que o 2018 venha com muita saúde e AMOR, pois com esses 2 ingredientes principais consegue-se atingir os objectivos (mais ou menos) podem crer.❤ Hoje não digo mais nada e até Janeiro de 2018 quando eu regresso deste meu "retiro".❤❤Receitas de doces de Natal👉 aqui!Estou no Instagram e Facebook aqui!🙋 "A verdadeira felicidade vem da alegria de actos bem feitos, do sabor de criar coisas renovadas." (Antoine de Saint-Exupéry)

Conselho de Ministros classifica Bussaco como monumento Nacional

O Conselho de Ministros reclassificou, hoje (07.12.17), como monumento nacional o conjunto do “Palace Hotel do Bussaco e mata envolvente, incluindo as capelas e ermidas, Cruz Alta e tudo o que nela se contém de interesse histórico e artístico, em conjunto com o Convento de Santa Cruz do Bussaco”.

Lamborghini Urus – Quase tão impressionante como o lendário LM002?

Não é a primeira vez que o construtor italiano se aventura no mundo dos jipes/suv 4×4, prova disso foi a produção do incrível LM-002 que foi dado a conhecer há 30 anos atrás. Designado internamente como o Super SUV (SSUV), o Urus inaugura também consigo uma terceira linha de produção na fábrica italiana. O design recebe elementos dos vários modelos em produção, como o Huracan e Aventador para uma mistura de agressividade e dinamismo. No interior é possível ver o mesmo ADN da marca, assim como um acréscimo natural de espaço, conforto e luxo para os possíveis 5 ocupantes a […] Este artigo: Lamborghini Urus – Quase tão impressionante como o lendário LM002? foi publicado originalmente no Autoblog.